Daniela Gomes

Amor e Namorados




A convite da LOVERS foi-me pedido para falar sobre o amor e o dia dos namorados. Confesso que fiquei a pensar se conseguiria escrever sobre o assunto, visto que não é algo assim tão fácil, mas finalmente consegui passar dos pensamentos às palavras.
O amor é um dos sentimentos mais poderosos do mundo. O que seria a vida sem amar ou ser amado?! E aqui não me refiro apenas ao amor de casal, mas também ao amor de irmãos, pais, amigos, é tão importante sentirmos o afeto de alguém. Para mim o amor é um sentimento que engloba tantos outros, é ser amigo, é saber perdoar, ser companheiro, estar nos bons e maus momentos, aconselhar. Amor é dar o melhor de nós sem esperar nada em troca. Amor é sacrifício. Amor é ser feliz e fazermos alguém feliz. Amor é muito mais que isto, não se explica por mais que se tente, apenas se sente!
O Dia dos Namorados é uma celebração do amor, especialmente entre casais de namorados/casados. É costume fazerem-se coisas mais românticas, como ir jantar a um restaurante especial, trocar prendas ou fazer uma viagem. Mas não esperem apenas por este dia para fazerem este género de coisas. Acho que o amor deve ser celebrado todos os dias. E a desculpa de não terem tempo não é válida, às vezes são os pequenos momentos que ficam marcados na nossa memória e os que mais valorizamos. No nosso quotidiano devemos demostrar os nossos afetos à nossa cara metade, mimá-la e fazê-la sentir especial. Dar-lhe atenção, respeitá-la, partilhar o que fizemos no nosso dia, conversar… Porque sabe bem termos um refúgio, tanto para as coisas boas como as más, ter alguém que nos oiça e compreenda e assim ao longo do tempo fortalecer a relação, que além de amor é também uma amizade.
O amor deve estar sempre presente na nossa vida, por isso não esperem pelo dia 14 de Fevereiro para dizerem “amo-te” a alguém. Nesse dia festejem todos os “amo-te” que já foram ditos!

Daniela Gomes - 4 de Fevereiro de 2018