Hermés

Terre d'Hermés, 2006.






O caso notável do Terre d’Hermès tornou-se uma referência da perfumaria contemporânea e um previsível sucesso de vendas em Portugal e, julgo, um pouco pelo mundo inteiro.
As notas de topo, dominadas por acordes de citrinos, permitem uma imediata ligação com a Natureza mas, ao contrário da grande maioria das fragrâncias (nomeadamente as femininas), a segunda vaga, das notas de fundo e de coração, constitui-se por acordes de pimenta, cedro e vetiver. No final permanece um cheiro forte, intenso, terreno e robusto. Um cheiro de homem!

Críticas

  • José Cândido
    |Excelente|
    12 Agosto 2017

    Para qualquer homem. Esta é a minha recomendação de perfume para qualquer homem. Um perfume que exalta, curiosamente, o lado mais selvagem e primitivo do ser humano. Uma fragrância "da terra" que me transporta para a minha adolescência e que, por isso, tem um efeito mágico em mim!

Fragrâncias da Mesma Família Olfactiva